Espetáculo será apresentado na Sala Álvaro Moreyra e traz vários temas importantes

A cia. Indeterminada artes da cena traz ao palco da Sala Álvaro Moreyra questões referentes a LGBTfobia, negritude, violência e democracia, com o espetáculo “REMONTAGEM – o nosso amor a gente inventa”, que entra em cartaz na próxima quinta-feira (30). Com uma estrutura episódica e dançante, a peça liquidifica fragmentos da cultura POP e transforma palavras, sensações e situações em dança e teatro.

A temporada marca a estreia da atriz Renata Stein no elenco, que chega para substituir Vigo Cigolini. Como a dramaturgia é criada a partir de relatos pessoais e histórias biográficas dos atores, a entrada de Renata modifica as estruturas da montagem. O elenco é composto também por André Varela, Diego Nardi e Lauro Fagundes, sob direção de Ander Belotto.

De acordo com o diretor, a encenação foi criada a partir de procedimentos criativos como colagem, mixagem, ações de apropriação e reinvenção em diálogo com a sociedade e a cultura pop. “A chegada da Renata nos obrigou a rever estruturas e discursos, já que ela é um corpo diferente em cena e traz todo um repertório de atuação e vivências pessoais, o que foi incorporado na cena”, explica Belotto.

Em REMONTAGEM, os atores utilizam o corpo como motivo de celebração. A peça fala, sobretudo, sobre o amor e seu poder de transformação. O espetáculo é um convite ao público para imaginar uma nova realidade possível, abordando temáticas diversas, como gênero, sexualidade, negritude, violência e democracia. Em meio a histórias pessoais, coreografias, discursos e cantorias, o espetáculo tece cenas reinventando realidades a partir da imaginação. A peça é trânsito entre realidade e ficção, espetacular e íntimo, show e silêncio. Um remix de músicas mais tocadas, lembranças pessoais, ídolos, amores e memórias coletivas.

Serviço:

O que: temporada “REMONTAGEM – o nosso amor a gente inventa”
Quando: 30 e 31 de agosto e 1, 2, 7, 8 e 9 de setembro, sempre às 21h
Onde: Sala Álvaro Moreyra (Av. Érico Veríssimo – 307)
Quanto: R$ 30 e R$ 15 (estudantes, idosos e classe artística)
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

 

Comentários

Comentários