Agenda

‘Biálogo’: Diálogo sobre bissexualidade acontece dia 27 de setembro em João pessoa

A paraíba irá dialogar sobre a bissexualidade, em um evento realizado pelo Movimento do Espírito Lilás (MEL) com apoio do Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria (GMMQ) e da Associação de Travestis e Transexuais da Paraíba (ASTRAPA). O primeiro ‘Biálogo’ acontecerá na Faculdade de Direito da UFPB ao lado da Assembléia Legislativa, na próxima sexta-feira. Dia 27 de Setembro, a partir das 18h.
O evento pretende discutir o que é a bissexualidade, como se constitui as relações dos bissexuais, as vivências bissexuais, e abordará também a Bifobia. Termo que no momento é desconhecido tanto pelo movimento quanto pelo poder público, a busca de inserir e categorizar a Bifobia nas ações dos orgãos é um dos pontos que serão abordados durante o evento.
O ‘Biálogo’ tem como principal objetivo dar visibilidade aos bissexuais da Paraíba, que no momento enfrentam o preconceito e a discriminação tanto dentro do movimento como por parte de seus familiares e no local de trabalho. O evento irá dar força ao movimento de bissexuais, que pretende criar um núcleo de bissexuais dentro de cada entidade do movimento LGBT de João Pessoa.
O Tesoureiro do Movimento do Espírito Lilás, Adriano Silva, que é bissexual, esclarece que o evento é muito importante para combater a discriminação contra os bissexuais dentro do movimento e explica que a ‘bifobia’ não é apenas usada para violência física, mas também a psicológica e moral. 

A bifobia tem que ser implementada desde já. Buscando acabar com o preconceito dentro e fora do monimento LGBT. Bifobia assim como homofobia, não é apenas a violência física, mas a psicológica. Conheço pessoas que claramente tem ódio de bissexuais, e expressam isso através de palavras ríspidas que afetam moralmente os bissexuais.” disse Adriano Silva, um dos organizadores do ‘Biálogo’.

No dia 23 de setembro é comemorado o dia da visibilidade bissexual. A data foi criada por 3 ativistas dos direitos de bissexuais dos Estados Unidos, buscando dar mais visibilidade ao movimento de bissexuais de todo o mundo. Já que após a revolta de Stonewall muitos movimentos cresceram mas os bissexuais continuavam invisíveis.
Para Adriano Silva é muito importante que a data da visibilidade bissexual esteja inserida no calendário de ações dos orgãos públicos. Assim como outras datas importantes para o movimento LGBT.

“O dia da visibilidade Bissexual deve fazer parte do calendário de ações dos orgãos públicos que trabalhem com políticas para LGBT. Vemos em nosso estado, ações no dia da visibilidade de transexuais, dia da visibilidade lésbica e dia de combate a homofobia. Mas nada voltado ao público de bissexuais que vivem a margem dos outros segmentos.” finalizou Adriano Silva.

O Movimento do Espírito Lilás tem em seu estatuto a presença de bissexuais desde a sua criação, mas só agora os bissexuais resolveram se organizar e buscar mais apoio tanto junto ao movimento quanto aos orgãos públicos. Segundo o vice-presidente do MEL, Myke Fonseca, é muito importante a realização desse evento, para buscar mais apoio ao movimento de bissexuais da paraíba.

“Foi muito bom os bissexuais estarem se organizando nesse momento. Todos merecemos respeito, e não poderia ser diferente com os bissexuais. Sempre apoiei a causa deles, e inclusive sou casado com um bissexual, e entendo um pouco como é complicado ser bissexual em um movimento que não compreende a sua orientação sexual. Por isso iremos realizar esse evento para dialogar sobre a bissexualidade, visando uma melhor explanação sobre a vivência bissexual.” disse Myke Fonseca, Vice- presidente do Movimento do Espírito Lilás, que irá realizar o ‘Biálogo’.

Comentários

Comentários

Mostrar mais

Myke Fonseca

Ativista LGBT - Formado em Administração e Marketing, atua nas áreas de Design Gráfico, Assessoria de Marketing, Empreendedor e Coproprietário do portal: http://www.aligagay.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: