ClipesEntretenimentoMúsicaMusica
Tendência

DJ e produtor Ruxell lança clipe e single “Bumbum Check” com participação de Thiago Pantaleão e VILLA

Faixa sai pelo Inbraza, selo pop da Som Livre, e traz artistas e bailarinos protagonizando coreografias em três bpm's do funk.

O DJ e produtor Ruxell, um dos maiores beatmakers da cena pop nacional, lançou seu novo hit, “Bumbum Check”! A faixa, que sai pelo Inbraza – selo pop da Som Livre em parceria com a Liga Entretenimento -, conta ainda com a participação de dois novos nomes em ascensão meteórica nos vocais: Thiago Pantaleão e VILLA – ouça aqui o single que conta com uma batida animada e promete não deixar ninguém parado, a track chega também com um videoclipe repleto de coreografias e estética futurista, no qual o prateado domina o cenário e figurino dos artistas e bailarinos.

Somando mais um beat envolvente ao currículo, em “Bumbum Check” Ruxell mistura um clima energizante ao som de Pop/Funk com groove e BPM, característicos de suas produções. Além de emprestarem suas vozes à produção, Thiago Pantaleão e VILLA também se jogam nas coreografias do clipe, que tem tudo para viralizar no Reels e no TikTok.
“Foi incrível fazer esse trabalho com o Thiago e o VILLA, eles são artistas novos que eu acredito muito e fico feliz deles terem topado essa aventura. Acho que cada um contribuiu com uma energia: enquanto o VILLA traz uma coisa visceral do lado da dança, na pressão, o Thiago é mais sensível em um canto super elaborado e bonito. Além disso tem o contraste do beat, que é realmente pra ninguém ficar parado. A gente utilizou os três bpm de funk mais conhecidos em uma música só, onde poderiam ser feitas três músicas diferentes. Então tem o tempo todo um pontinho marcando e os ritmos vão mudando.”, conta Ruxell sobre a parceria e contribuições de cada um para o projeto.

Thiago Pantaleão destaca que a estética futurista do clipe de “Bumbum Check” traz uma mensagem de liberdade nas entrelinhas, ao apresentar homens e mulheres em visuais andróginos e dançando sem distinção de papel de gênero.
 “É uma oportunidade de mostrar pra todo mundo que é possível a gente ser quem a gente é, agir e dançar da forma que quisermos, e que merecemos respeito independente de tudo. Principalmente nesse mês do Orgulho LGBTQIA +, precisamos reforçar e nos orgulhar por tudo o que somos e representamos para outras pessoas. Essa é uma música de dança na qual a gente pode se expressar da nossa maneira, cada um do seu jeito, sem se preocupar”, afirma Pantaleão .

VILLA, que também é um dos responsáveis por assinar a coreografia, não esconde a animação ao falar sobre a estética distópica e roteiro da produção audiovisual.
“A gente trouxe esse universo que foge às regras e padrões, mas que ao mesmo tempo está dentro da personalidade de cada um. Então no clipe é possível encontrar um pouco do VILLA, do Thiago e do Ruxell. O visual está lindo! Trouxemos essa pegada futurista, andrógina, e acho que a galera vai amar. Criamos uma coreografia super dançante e já tem um challange aí pro pessoal se jogar demais! O roteiro tinha como propósito ser uma batalha de dança comandada pelo Ruxell, enquanto eu e o Thiago competiríamos. Mas na verdade acho que a questão da batalha ficou quase imperceptível de tão unido que foi o clima. Tô muito ansioso pra todo mundo conferir!”, diz o artista.

Junto ao lançamento de “Bumbum Check”, Ruxell mergulha também no universo do NFT e apresenta o projeto “Crypto Baile”, se tornando um dos precursores deste movimento no Brasil ao anunciar o leilão de ilustrações digitais originais como obras de arte. O funk foi o tema escolhido para ser a principal base das produções disponibilizadas no Crypto Baile – que além de ilustrações gráficas vai oferecer outras formas de expressões artísticas no futuro – e cada imagem exclusiva é assinada por artistas gráficos oriundos de comunidades carentes, com o objetivo de dar visibilidade ao trabalho de novos talentos. Com curadoria da produtora Lightfarm e em parceria com a Liga Entretenimento, as ilustrações serão disponibilizadas por meio do hotsite https://www.cryptobaile.com.br/ .
Sobre pioneirismo do projeto e escolha do funk como gênero musical para o lançamento do projeto Crypto Baile, Ruxell explica:
“Esse é um movimento que a gente tá plantando a sementinha agora, e fico muito feliz da galera ter topado entrar nessa onda de fazer o primeiro NFT inspirado no funk. Eu escolhi esse ritmo porque foi o que me abriu portas para conquistar tudo o que tenho hoje. Então a ideia é criar esse universo virtual dentro do Crypto Baile, como se estivéssemos entrando em uma outra dimensão e colocássemos um óculos 5D. A grande viagem foi essa: se nos tornássemos seres digitais, o que iria acontecer? O que ainda estava faltando nesse mundo digital que está sendo criado? E eu pensei que Crypto Baile é uma coisa que não pode faltar, rs. Eu fico muito feliz da galera ter topado fazer parte dessa doideira. Além disso, escolhemos artistas que realmente faziam sentido integrar o projeto, que nunca tiveram a oportunidade de lançar uma NFT, que são artistas de comunidades. E eu fico muito feliz de poder ser uma ponte para essa galera expor sua arte e se expressar com liberdade, sem nenhuma restrição”, conclui.

Comentários

Comentários

Mostrar mais

Myke Fonseca

Ativista LGBT - Formado em Administração e Marketing, atua nas áreas de Design Gráfico, Assessoria de Marketing, Empreendedor e Coproprietário do portal: http://www.aligagay.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: