Conheça a Primeira Travesti a ocupar a presidência do Conselho Nacional LGBT

0
Keila Simpson

A travesti Keila Simpson foi eleita na última segunda-feira (10), em Brasília, para presidir o Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT). Esta é primeira vez que uma travesti ocupará o posto e também a presidência de um conselho em âmbito nacional. Antiga militante da causa LGBT, Keila foi eleita durante a 8ª Reunião Ordinária do Conselho, que é vinculado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR).

Ao assumir o cargo, Keila Simpson destacou as intensas transformações culturais que vem ocorrendo no País e disse que lutará pelo respeito à livre orientação sexual no Brasil “A nossa meta é efetivar o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT e lutar conta as violações de direitos à população LGBT”, adiantou.

O diretor de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, da SDH/PR, Gabriel dos Santos Rocha, assumiu a vice-presidência do Conselho, representando o governo federal.

Reunião – Entre os temas que serão debatidos ao longo da reunião, que segue até o final da tarde de hoje, estão as deliberações a elaboração do 2º Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT. O plano deverá ser lançado em maio deste ano.

Presente na abertura do encontro, a secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da SDH, Salete Valesan Camba, ressaltou o compromisso do governo com o segmento LGBT e reafirmou a importância da consolidação de todas as políticas públicas em curso no país, voltadas à comunidade LGBT. “Nossa intenção é unir sociedade civil e governo para chegarmos no melhor consenso possível em prol do segmento LGBT,” explicou.

A reunião teve início nesta segunda-feira (9), quando os conselheiros discutiram as Câmaras Temáticas Permanentes. São elas: Câmara técnica de Articulação Institucional, Planejamento, Orçamento e Monitoramento do Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT; Câmara Técnica de Legislação e Normas e Câmara Técnica de Monitoramento, Prevenção e Combate da Violência contra a população LGBT.

Conselho – Implantado em março de 2011, o Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CNCD-LGBT) é um órgão colegiado criado para formular e propor diretrizes de ação governamental, em âmbito nacional, voltadas para o combate à discriminação e para a promoção e defesa dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT. O Conselho é composto por trinta membros, sendo quinze governamentais e quinze da sociedade civil.

A Liga Gay
Compartilhe:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest