Médico irá se submeter a “Cura Gay” para programa britânico

0
Médico Gay Christian Jessen

O médico Christian Jessen, de 36 anos, que apresenta em TV britânica o programa “Embarrassing Bodies”, irá participar de uma uma série de controvertidas terapias para “curar a homossexualidade”. A iniciativa faz parte de um documentário que está sendo produzido pelo Channel 4, com o título de “Cure Me, I’m Gay” (Me cure, sou gay).

Jessen, atualmente vive uma relação gay estável de longa data, e decidiu se submeter aos tratamentos por considerar que, como médico, terá melhores condições de analisar o antes e o depois. Os Tratamentos “contra a homossexualidade”, que são defendidos por alguns grupos religiosos e da extrema-direita, incluem choques elétricos, indução de náusea após sessão de material visual homoerótico, orações, exorcismo, hipnose e visitas a bordéis para sexo com mulheres.

No documentário, Jessen vai conversar com pacientes que procuraram médicos interessados em “curar a homossexualidade” e com pessoas que alegam ter sido “curadas”. Em entrevista ao site da entidade “Ditch The Label”, o britânico da TV disse sofrer preconceito por ser um médico gay.

Um Defensor dos direitos dos LGBT Peter Lloyd disse que espera que o programa vá destacar que o problema é a homofobia, e não a homossexualidade.

“Se feito corretamente, ela irá provar que a tentativa de mudar a sexualidade de uma pessoa é inútil “, disse ele.

“A medicina não pode – e não deve – alterar a orientação de uma pessoa. É a homofobia que precisa eliminar e não o ‘homossexualismo’. Além disso, a medicina tem peixes muito maiores para fritar.” finaliza

“Cura-me, eu sou Gay” será exibido no Channel 4 no final de 2014.

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest