Lei quer que professores do Tenessee digam aos pais se os filhos são gays

0
Professora

Em 2011 o senador Stacey Campfield do estado americano Tenessee, foi odiado pelos defensores dos direitos de homossexuais, também não era para menos, ele havia criado uma lei intitulada “não diga gay”, proibindo os professores de a homossexualidade para crianças de pré-escola até a oitava série. O projeto de lei foi reprovado nas comissões competentes do estado tanto na Câmara quanto no Senado, e foi arquivado no final da sessão legislativa em 2012.

Porém Stacey não parou por aí, o projeto de lei está de volta e é ainda pior do que a versão anterior. Desta vez, ele acrescentou uma nova linguagem no projeto de lei  onde seria necessário que os professores digam aos pais quando os alunos são, ou podem ser gays.  Campfield aparentemente é um fã da prática de “aconselhamento” em que psicólogos e psiquiatras tentam mudar a orientação sexual do destinatário. 
Vamos esperar que o projeto não seja aprovado, pois como sabemos rejeição familiar é um sério risco para jovens LGBT e muitas vezes levam à depressão e ao suicídio. Se esta legislação for aprovada, as crianças “diagnosticadas” gays poderão fugir da escola e de casa, e  o estado terá uma epidemia de crianças marginalizadas ou desabrigadas.

Facebook A Liga Gay

Compartilhe:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest