Espetáculo de dança discute a violência contra homoafetivos na cultura do macho

0

Espetáculo “Mairto” aborda a violência na cultura do machismo através de dança e de poemas.

 

Vemos muita violência no cotidiano das pessoas LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), muitos são espancados e até mortos. Mas também vivenciamos uma cultura que esconde esses fatos terríveis, muitas peças e espetáculos trazem sempre a mesma história normativa e limpa, sem abordar temas do cotidiano de pessoas que vivenciam o preconceito e a discriminação. É pensando nisso que muitas Companhias de Dança tem lançados projetos inovadores abordando esses temas ainda polêmicos e inexplorados.

mairto espetáculo de dançaO espetáculo “Mairto” da Caleidos Cia. de Dança será apresentado do dia 7 ao dia 16 de outubro, em sua sede na Lapa, na Zona Oeste de São Paulo. E discutirá por meio da dança e da poesia, a violência contra homoafetivos na cultura do macho. A apresentação faz parte da mostra “Caleidos 20 anos” dentro do projeto “Lapa, eu vou a pé”, que pretende levar aos moradores da capital cinco espetáculos, sendo três remontagens do repertório da companhia e dois inéditos, totalizando 30 apresentações, todas elas gratuitas.

Sobre o espetáulo

Concebido em 2015,  “Mairto” nasceu a partir da leitura de uma notícia de jornal sobre o assassinato de um homossexual. A notícia se desdobrou em cenas de dança que remetem aos eventos de boxe e MMA. As cenas, divididas como se fossem rounds de uma luta, são jogos dança que dialogam com a poesia propondo diversas leituras e interpretações do crime.

“Mairto” é o primeiro resultado do Projeto Rosa Azul, que ocupou papel central nos processos de pesquisa do Caleidos Cia durante todo o ano de 2014. O foco de Rosa Azul é a questão da violência na cultura do macho e os espetáculos ligados a esse projeto tematizam os principais alvos dessa violência: homossexuais, mulheres e crianças.

“Sobretudo, o objeto da violência na cultura do macho são os afetos, a sensibilidade, a compaixão e os sentimentos de solidariedade. Os portadores desses afetos são as vítimas – mulheres, crianças, homoafetivos, homens menos agressivos – mas a cultura do macho se projeta especificamente contra os afetos, são eles que ofendem o verdadeiro e perigoso macho” – explica o poeta Fábio Brazil que assina a dramaturgia do espetáculo.

Este espetáculo foi contemplado pelo Prêmio FUNARTE de Dança Klauss Vianna em 2013, tendo uma abordagem inovadora quando a partir da leitura da notícia, foram construídos os poemas que são declamados ao vivo durante as cenas.

“Não seria nem possível, nem desejável mergulhar nessa dramaturgia a partir de uma perspectiva narrativa, para isso já temos a notícia do jornal. Foi preciso pensar nas relações entre os algozes e a vítima, entender os jogos de poder ali estabelecidos e transformá-los em jogos de dança, jogos baseados na linguagem da dança; daí nasceu a dança que se vê em cena”, relata Isabel Marques, que assina a direção de “Mairto”.

O espaço é pequeno e tem capacidade para apenas 50 lugares, então não perca tempo e vá bem cedo guardar o seu lugar nesse espetáculo ousado e inovador.

 

SERVIÇO:
Espetáculo “Mairto”
Caleidos Cia. de Dança
Apresentações de 7 a 16 de outubro de 2016, de sexta a domingo
Sextas e Sábados às 20h; domingos às 19h
Na sede do Instituto Caleidos, à Rua Mota Pais, 213, Lapa, São Paulo – SP
Entrada franca
Ingressos devem ser retirados no local com 30 minutos de antecedência.
Duração: 50 minutos
Classificação etária: 14 anos
Capacidade: 50 lugares
Tel.: (11) 3021-4970

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest