Ator homossexual é encontrado morto em João Pessoa

0

Mais uma morte de um homossexual em João Pessoa, dessa vez foi um conhecido da mídia, o ator e diretor Marcos Fábio Costa Pinto, de 41 anos, encontrado nessa terça-feira, 16 de dezembro, dentro do apartamento onde ele morava, no Centro de João Pessoa. O ator havia sido visto pela última vez no sábado (13) e segundo o relato de testemunha, entrou em casa acompanhado de outro rapaz.

Fábio era conhecido pelas inúmeras peças infantis realizadas em pelo menos 15 anos de teatro e também pelas participações em diversas edições da ‘Paixão de Cristo’, na capital. Segundo informações da polícia o corpo encontrava uma amarra na região do pescoço. De acordo com o delegado de homicídios Reinaldo Nóbrega, a família relatou em depoimentos que alguns objetos de valor não foram achados no apartamento da vítima, o que inclui a hipótese de latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Reinaldo explicou também que o corpo do ator apresentava perfurações de bala, indícios de luta corporal e marcas possivelmente provocadas por objetos cortantes. Apesar disso, ele falou que somente o trabalho da perícia da Polícia Civil que vai esclarecer os detalhes.

A polícia foi informada do fato pelos moradores que sentiram um mau cheiro exalando de dentro do apartamento da vítima. O corpo já estava em estado de decomposição e isso torna difícil explicar a causa da morte. As imagens das câmeras de segurança do prédio serão entregues a polícia, para serem usadas na investigação do assassinato. O corpo do ator foi levado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (GEMOL), na capital, onde um necropsia deverá ser feita para esclarecer as causas da morte e circunstâncias do assassinato.

A morte de Fábio Pinto faz levantar o debate dos crimes cometidos contra os homossexuais no país, a Paraíba nos últimos anos tem estado no topo do ranking dos crimes homofóbicos no Brasil. Mesmo com o crescimento de políticas para a população LGBT, a homofobia ainda é algo existente no cotidiano da sociedade, e os crimes contra homossexuais continuam a aumentar.

Amanhã, dia 17 de dezembro, o senado federal deverá votar uma proposta de emenda que tipifique a homofobia como crime hediondo, a senadora Ana Rita (PT-ES) protocolou na última sexta-feira quatro emendas ao projeto do novo Código. A proposta de modificação prevê o aumento da pena para crimes de lesão corporal, lesão corporal seguida de morte, tortura e preconceito, acrescentando a homofobia a outras formas de discriminação já previstas em lei como raça, e religão. Para os crimes de lesão corporal e lesão corporal seguida de morte seria acrescido um terço da pena em caso de homofobia. Para o crime de injúria, a pena em caso de discriminação passaria de seis meses a um ano para um a três anos. Em caso de tortura, a pena seria de quatro a dez anos e o crime de discriminação seria punido com prisão de um a cinco anos.

Segundo Roberto Maia novo coordenador LGBT da Coordenadoria Municipal de promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial de João Pessoa é preciso averiguar os fatos por causa da forma como o crime ocorreu, ele conta que entrou em contato com o delegado de crimes homofóbicos da capital e que em breve poderemos contar com um Conselho Municipal LGBT.

“Precisamos averiguar todos os fatos para verificar se houve crime homofóbico, pois há relatos e indícios de requintes de crueldade no caso. Assim acionamos ainda hoje a noite um diálogo com o delegado de Crimes Homofóbicos Marcelo Falcone para que o mesmo possa dialogar com as autoridades responsáveis pelo caso nessa quarta feira, já na parte da manhã. No próximo ano devemos implantar o Conselho Municipal LGBT , bem como focar em campanha institucional e material informativo no enfrentamento a Lesbihomotransfobia, como também precisamos traçar uma linha de cuidado intersetorial na proteção a população LGBT em nosso município” disse Roberto Maia.

 
No próximo dia 22 de dezembro a Coordenadoria estará reunida com a sociedade civil e as diversas secretarias pela manhã para planejarem as ações para o ano de 2015 em pauta está ações de combate a Lesbihomotransfobia na capital da Paraíba.

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest