Mundo dos Quadrinhos – Super-Heróis Gays

0



Super-Herois gays
Seriam os Super-Heróis Gays? Alguns dizem que sim, outros que não. A polêmica que vem gerando esse questionamento vem do novo trabalho de Joe Philips, que iniciou uma nova versão de Super-heróis e diz serem os super-heróis Gays.

Tudo começou em 1954, quando o psiquiatra alemão, com nacionalidade norte-americana, Fredric Wertham escreveu um livro intitulado Seduction of the Innocent (Sedução dos inocentes). As alegações de Wertham para o efeito negativo das histórias em quadrinhos nas crianças passavam por excesso de violência; imagens sublimares de nudez, escondidas em desenhos de músculos e cascas de árvore.
E Wertham ia além, afirmava que a Mulher Maravilha tinha um subtexto de escravidão sexual e que sua força e resistência apontavam para seu lado lésbico, inspirado na história de vida do criador da personagem,Charles Moulton. Mas não parou por aí não, Wertham dizia que Batman e Robin formavam um casal gay.

[SIGA NOSSO INSTAGRAM – CLICANDO AQUI]

Joe Phillips é um artista ligado visceralmente às imagens: é ilustrador, animador, designer e escultor. Trabalha com banda desenhada desde 1987, em companhias como a DC, Marvel, Dark Horse, IDW, Image e Storm Wild, mas desde 1983 sua arte pôde ser vista nas revistas em quadrinho. Sua visão sobre a sexualidade dos super-heróis é bem curiosa. Phillips acredita que o lado homossexual dos super-heróis que deve ser explorado. E seus argumentos são interessantes:

Pense nisso: Um cara desenvolve a capacidade de fazer algo incrível e a primeira coisa que ele faz é usar algo apertado e colorido e dizer ao mundo: ‘Eu vou lutar contra o crime’?”


“Há um grande público que adora ver pin-up, fotos de meninas. Eu queria ter a mesma abordagem com esses personagens icônicos e vê-los fazer os mesmos olhares sensuais e poses.”


“Estamos tão acostumados a ver as mulheres como seres sexuais, mas não queremos ver homens fazendo a mesma coisa. Homens são supostos ser estóico e distante. Eu fiz essas obras para mostrar a força desses heróis, mas também a sua arrogância e competitividade.” Joe Phillips

Foi pensando assim que Joe Phillips resolveu criar sua nova série de pinturas, “Heroes Beefcake”, ou Heróis Musculosos, onde os retrata fora do armário. Batman, Superman, Capitão América e outros são apresentados com suas roupas apertadas e com trejeitos, digamos, muito supeitos.

Lógico, não podia dar outra coisa, a empreitada do artista criou a maior agitação no mundo da banda desenhada. As opiniões vão de um profundo asco à admiração, passando por falso pudor, curiosidade incontida, admiração, inclusive, entre os profissionais da arte dos quadrinhos.
“Eu já vi alguns caras comprar uma pintura para sua namorada – pelo menos é o que eles dizem.” Joe Phillips

Alguns de seus admiradores têm tido reações bastante negativas:

“Ele é um bom artista e eu sou legal com os caras que são gays, mas eu quero ver super-heróis salvando o mundo, não escolhendo uns aos outros” por um desconhecido.

Veja as imagens dos seus trabalhos:
Batman gay
Batman

 

Beast Boy
Beast Boy

 

Capitão América Gay
Capitão América

 

Dr. Sinistro Gay
Dr. Sinistro

 

Gambit Gay
Gambit

 

Lanterna verde Gay
Lanterna Verde

 

Homem de Ferro Gay
Homem de Ferro

 

NightWing Gay
NightWing

 

Shazan Gay
Shazan

 

Homem Aranha Gay
Homem Aranha

 

Super Homem Gay
Super-Homem

 

Thor Gay
Thor

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest