O Armário Gêmeo, mais uma websérie gay do youtube

1

Estamos no período da explosão criativa no youtube, diversas webséries tem sido criadas com a temática LGBT, “O Armário Gêmeo” fala sobre HIV/AIDS, com cenas gravadas no Rio de Janeiro, Brasília e ainda pelo Sul do País. A história parte do encontro de dois irmãos gêmeos que não se conhecem, com orientações sexuais distintas e após uma série de fatos, o hétero tem que substituir o irmão gay, assumindo a sua identidade.

A série conta com roteiro e direção de Daniel Sena, mesmo diretor da série “Positivos” que já alcançou mais de 3 milhões de acessos e repercussão nas redes sociais. A trama também trará uma história de poliamor, a discriminação com pessoas obesas e a dificuldade de encontrar um parceiro por causa da ditadura da beleza.

O projeto tem como cenário uma agência que produz filmes eróticos, mostrando como funciona o sistema da indústria pornográfica no Brasil. A homofobia familiar, partindo da pressão dos pais que não aceitam os filhos gays e relacionamentos virtuais também são temas de “O Armário Gêmeo”.

Ao todo são 28 atores na série que é produzida de forma independente. Na história, Caio e Caique (Thor Medrado) são irmãos gêmeos que foram criados separadamente após a separação dos pais. Enquanto Caio é gay e vive no Rio de Janeiro, Caique é hétero e está passando uma estadia em Salvador. Após uma sucessão de fatos, o irmão hétero se vê obrigado a assumir a identidade do irmão gay e passa a viver a vida que era dele. Para complicar ainda mais a situação de Caique, Mateus (Felipe Salarolli) é um cara completamente apaixonado por Caio e surge na vida do rapaz, justamente na época da troca. A armação gera uma série de conflitos, principalmente quando Caique percebe a possibilidade de sentir algo a mais pelo namorado do irmão.

Nas tramas paralelas, o público feminino será representado pela história de Érica (Ana Karina Zimmer) e Renata (Jéssica Fachinello). As duas são namoradas e Renata insiste em ter um filho, desejo reprimido por Érica, que antes de assumir a relação, foi casada com Plínio (Luis Lobo) durante quatro anos e sofria agressões e constantes traições do marido. A garota passa a se questionar sobre sua sexualidade e se realmente é lésbica ou só se aproximou de Renata por carência, principalmente quando o ex volta tentando reconquistá-la
Podemos identificar que é uma série/novela com diversos núcleos e várias temáticas, abaixo confiram um vídeo de apresentação da série:

Assistam a série completa:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

1 Comentário

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest