Primeira mulher a ir para o espaço era lésbica

0

No dia 18 de junho de 1983, a astronauta Sally Ride foi a primeira mulher norte-americana no espaço, sendo um exemplo para mulheres em todo o mundo. Mas só essa semana com a sua morte aos 61 anos, a comunidade LGBT veio saber de sua orientação sexual.
Em uma declaração preparada antes de sua morte na segunda-feira (23), de câncer pancreático, ela admitiu publicamente pela primeira vez que tinha um relacionamento de longa data com uma mulher, Tam O’Shaughnessy, que era sua parceira nos negócios, na escrita da ciência e na vida.
“A maioria das pessoas não sabia que Sally mantinha um relacionamento maravilhosamente amoroso com Tam O’Shaughnessy havia 27 anos”, escreveu a irmã de Sally em uma homenagem publicada no MSNBC.com.
Sally nunca escondeu seu relacionamento com Tam. Elas eram companheiras, parceiras de negócios na Sally Ride Science, escreveram livros em conjunto, e os amigos muito próximos de Sally, é claro, sabiam do amor de uma para a outra”, afirmou Bear Ride. “Nós consideramos Tam um membro da nossa família”, disse ela.



Compartilhe:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest