Salve Thammy

0

Thammy Gretchen
Desta vez a Globo errou feio na novela das 9. Acompanho a trajetória do trato com o tema da diversidade sexual na TV brasileira e, apesar da velha Globo imperialista, capitalista, a serviço do conservadorismo e das fórmulas prontas e padronizantes, sou capaz de lançar um olhar positivo e fazer uma análise que apresente ganhos e demonstre evolução nesses 25 anos.
Mas, de fato, foi Gloria Perez que errou, mais uma vez, e isso não me surpreende. Gloria se torna a cada novela uma autora pior que a do trabalho anterior. Essa novela é um fiasco. Os personagens são de modo geral inverossímeis e tediosos – enfim, mal escritos. Algumas interpretações conseguem, por vezes, disfarçar a má qualidade do trabalho. Mesmo assim é verdadeiramente lamentável ver atrizes e atores talentosos, alguns com muitas qualidades, outras com uma carreira respeitável, submetidos a papéis que não passam de figuração, muitas vezes diante de atores menores. Ver Estênio Garcia, Nicete Bruno, Odilon Wagner, Rosi Campos sem mobilidade, sem texto, sem dramaticidade ou lugar definido na trama é no mínimo um tremendo desperdício.
E ainda vemos talentos jovens e atrizes menos conhecidas do grande público noveleiro, como Roberta Rodrigues (Maria vanúbia), Laryssa Dias (Walesca) ou Fernanda Paes Leme (Márcia) se esforçando para dar o melhor de si, mesmo repetindo o mesmo texto por meses. Vera Fischer (e tinha que ser a Vera) foi a única que se levantou contra o sem gosto dessa sopa rala e falou publicamente sobre o que sentia sobre sua própria personagem. E deixou claro que, depois de décadas de carreira como protagonista, “não veio aqui para fritar bolinhos”, como diria um amigo querido que aproveito para homenagear.
Voltando ao tema do texto – a diversidade sexual nas telenovelas – chego a personagem de Thammy Gretchen que, apesar do que se pode pensar em contrário, foi vítima não de transfobia, mas de uma autora fraca, um texto ruim (que texto?) e de uma pesquisa ainda pior sobre o que é a transexualidade e como se manifesta. Desde o início não creio que fosse o objetivo de Gloria Perez fazer explanações e discursos sobre transexualidade. Sua contribuição foi muito sutil, mas, mesmo assim, louvável, ao tentar colocar uma personagem em sua novela que visibilizasse as pessoas trans, em especial os trans homens. Embora nunca tenha ficado explícito que Jô, a personagem, fosse (o que Thammy é na vida real) aquela pessoa que, tendo nascido mulher incorporou ao longo da vida, a vestimenta, hábitos, comportamentos e outras características atribuídas pela cultura ao mundo dos homens para se adequar a sua identidade de gênero genuinamente masculina.
No final das contas, após meses, com duas palavras por semana – “Aí tem!”, Jô (Thammy) não conseguiu dizer, literalmente, ao que veio. Podemos então dizer que Thammy Gretchen interpreta a personagem de uma mulher lésbica. E o que motiva esse texto é, justamente, a notícia de mais uma tola inserção da personagem na trama que denuncia sua inverossimilhança com o universo das pessoas trans: conta-se que a policial irá “vestir-se (ou travestir-se) de mulher” para conseguir informações privilegiadas da máfia do tráfico humano. Seria improvável, além de grosseiro e ignorante, pedir a um(a) transexual que voltasse ao gênero que abandonou com tantos sacrifícios e quase sempre enfrentando tanto sofrimento, causado pela discriminação e pelo preconceito. Mas é assim que é nessa novela.
Mas, por fim, soube que a atriz declarou que está sendo uma honra “e um orgulho não decepcionar a Glória que tanto confia no meu potencial”. Ou seja, Tammy está feliz e confiante – um tanto melhor. Mas ainda não foi desta vez que tivemos um trabalho bem elaborado sobre homens trans na novela das 9 ou em qualquer horário. Mas creio que bem procurado encontraremos outros exemplos que se aproximaram muito, em outros tempos, e muitos bons personagens trans mulher. Mas não com Glória Perez que cometeu os mesmos erros com sua personagem trans mulher Sarita, em Explode Coração (1995), mas isso já é assunto para outro texto.

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest