Silvio Santos Homofóbico?

0

O presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, expressou sua indignação em relação a uma brincadeira realizada no Programa Silvio Santos. De acordo com o ativista, o programa promove “discriminação como entretenimento popular”.

“Dizem que a idade traz a sabedoria, mas com Silvio, a situação tem sido de demência e desrespeito”, disparou.

Isso tudo se deu porquê no último domingo, 6 de maio, o apresentador resolveu fazer uma brincadeira de charadas com os colegas de ofício Ratinho e Tom Cavalcante. As pistas foram “David Brasil”, “coça no ânus” e “Léo Áquila”. Silvio ficou gargalhando por causa da platéia, que  ao perguntar o que é que “coçava no ânus”. Com uma nota de R$ 50 na mão, ele ouvia as mais estapafúrdias tentativas, esperando que alguém desvendasse a brincadeira.

Antes do anúncio da resposta, Ratinho arriscou: “É viadinho?”. O apresentador foi para a platéia que disputava o dinheiro com os palpites: “gay”, “travesti”, “homossexual”, “hemorróida”, “drag queen”. A brincadeira só terminou quando uma das convidadas respondeu “bicha”.

Marcelo ainda defendeu que o transformista Léo Áquila e o ator e colunista David Brasil exijam direito de resposta. 


“É um insulto aos LGBT de todo o Brasil e mais ainda aos dois citados que deveriam solicitar direito de resposta ou mesmo indenização por terem seus nomes expostos daquela forma aviltante”, avaliou.
Esse é o entretenimento que temos que aguentar em um país sem políticas que oprimam a homofobia e esclareçam que ser homossexual não é errado, e não deve ser motivo de gozação em um programa em pleno domingo, onde é natural das famílias se reunirem em frente a TV.
Compartilhe:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest