Violência durante a 5ª Parada LGBT de Campina Grande

0
Homofobia em Campina Grande

Hoje, dia 1º de dezembro, durante a 5ª parada de Campina Grande, houve atos de violência, segundo Adriano Silva, integrante do Movimento LGBT da paraíba “uma pessoa desconhecida chegou ameaçando o motorista de um dos Trios Elétricos, e logo em seguida começou a agredi-lo, daí então o desespero tomou conta do local, e as pessoas começaram a correr, quando eu percebi um amigo meu estava ferido no chão, sangrando muito, ele havia sido esfaqueado, nós ficamos muito nervosos e emergencialmente começamos a pedir ajuda as pessoas que passavam de carro, mas ninguém queria ajudá-lo, uma ambulância e uma viatura da polícia também passou por nós, mas não parou para socorrê-lo, com algum tempo depois uma outra viatura passou e só então conseguimos que alguém o levasse para o hospital mais próximo. Não consegui ver ao certo quantas facadas ele levou, mas pelo que vi foram mais de duas e bem próximas a costela”.
Ao entrarmos em contato com o Coronel Souza Neto, para saber onde possivelmente poderia estar a pessoa que foi agredida, segundo ele a equipe que realizou o evento não enviou oficio solicitando segurança, por isso não houve policiamento no evento. E que possivelmente irá mover uma ação contra os organizadores do evento.
A pessoa esfaqueada está nesse momento recebendo atendimento no Hospital Regional em Campina Grande, e segundo informação passa bem. Com ele se encontram conhecidos do movimento LGBT como Fernanda Benvenutty e Renan Palmeira. 
Facebook A Liga Gay

Compartilhe:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

Os comentários estão fechados.

Pin It on Pinterest