O Poder dos gays no twitter

1

Uma das redes sociais do mundo todo tem ganhado cada vez mais presença de homossexuais, alguns até dizem que o twitter está se tornando uma rede social para pessoas LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Na realidade o que vem mudando é o pensamento de muitos que continuam na rede social, enquanto no Facebook vemos diversos posts contra as minorias, no twitter é o contrário, o espaço é usado na maioria das vezes para defesa da igualdade.

Posts homofóbicos, racistas ou preconceituosos ganham muito destaque no twitter e por vezes o perfil que postou é excluído por ter recebido muitas denuncias, isso faz com que os LGBT que estão presentes nas redes sociais estejam sempre comentando sobre assuntos do momento, mas também vendo se alguém tem escrito algo que não condiz com os ideais de igualdade da rede social.

Um dos perfis que mais ataca os homossexuais é o do Pastor Silas Malafaia, que acaba virando meme na web, por causa de seus ataques tão ariscos aos LGBT. A criatividade de alguns perfis faz com que um simples post se torne o meme do século, e alguns ainda utilizam twittes anteriores do próprio pastor contra ele mesmo.

Nos Estados Unidos a campanha da candidata a presidente do país Hillary Clinton foi criada pensada para a rede social, a candidata que apoia abertamente a causa LGBT criou um avatar com as cores do arco-íris e por isso, o número dos seguidores de seu perfil na rede social teve um crescimento enorme. O EUA também celebrou a aprovação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo nos 50 estados, nesse dia a tag #LoveWins começava a subir para os Trending Topics quando os donos adicionaram a tag uma imagem de um coração com as cores do arco-íris, o que levou a tag a ser a mais falada no mundo todo.

#AfeminadosDay

No dia 18 de março desse ano a tag #Afeminadosday estava entre os assuntos mais falados do Brasil, o movimento surgiu após a chuva de comentários ofensivos de gays que não eram afeminados e tinham preconceito contra os que eram. Depois de muita discussão na rede social, gays que não eram afeminados começaram a apoiar os afeminados contra esses preconceituosos. Gerando uma mega discussão a respeito de sexualidade no twitter, por esse motivo no dia 18 de março de todos os anos, os organizadores do debate nas redes sociais pretendem reviver a Hashtag para que todos e todas possam lembrar da grande vitória dos afeminados.

Não é que no twitter tenha apenas pessoas LGBT, a rede social atualmente tem menos perfis homofóbicos, muitos acham que a rede social já morreu e que não vai pegar mais, por isso não utilizam. Mas aqueles que continuam no twitter se divertem bastante em um ambiente quase totalmente livre de preconceito, o importante é saber quem seguir para tornar a sua timeline cada vez mais colorida e menos preconceituosa.

Siga nosso perfil no Twitter:

Comentários

Comentários

Compartilhar

Sobre o Autor

Nós somos um website especializado em conteúdo voltado para LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com novidades sobre famosos, músicas e notícias em geral.

1 comentário

  1. Pingback: A morte do movimento LGBT - A Liga Gay

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest